sábado, 18 de dezembro de 2010

Voar

Vagueando à sorte pelas areias daquela praia, acompanhados por uma brisa fresca, um sol escondido entre as nuvens já cinza, e um mar inconstante coberto de ondas suaves.
Tudo está perante os nossos olhos, mas não é só isso que vemos. Juntos conseguimos ver muito mais, sentir muito mais, e conhecer muito mais. Aprender a ser felizes, aprender que na vida há momentos perfeitos e que enquanto sozinhos naquela praia, o Mundo era só nosso, nem que fosse por um bocado.
Foi naquela tarde de outono, que unimos toda a nossa força e todo o nosso amor. Foi como o alinhar das estrelas que vistas de baixo formavam um coração.
Estávamos tão fortes que ninguém podia destruir aquele momento de felicidade.
Ficamos a olhar o mar e a descobrir a beleza nas coisas mais simples, mesmo uma gaivota que rasava a sua asa na franja da onda ou aquele deserto de areia que a praia exibia...
Tudo o que sonhei está aqui, embora às vezes nem acredite, mas a verdade é que neste filme somos só nos dois, e dele, fazemos o que quisermos, está tudo nas nossas mãos. A felicidade, a magia, o romance, a comédia, a tristeza, e todos esses sentimentos que nós conhecemos por uma simples palavra que nos une: AMOR.

Hoje voámos!
Voámos na onda de um beijo!
E ficou a promessa de que voltaríamos aquela praia!

7 comentários:

RitaCoelho disse...

ohn, gosto tanto do que escreves :') a sério, mesmo bonito, mesmo sentido* tens de continuar :D
beijinhoos*

M!guel disse...

Muito obrigado Rita (:
Beijinho*

tânia borges disse...

gostei bastante de ler o que escreves :)
então a musica ainda ajuda mais a sentir-se o que é verdadeiro.
parabéns :)

Anónimo disse...

Parabens pelo o que escreves!
é sentido e verdadeiro, força...
:)

by: aninhas*

M!guel disse...

obrigado a sério +.+
beijinho ana*

Anónimo disse...

aaaaaai credooo o texto ta lindo mas o restooo é penaaa ahah SO NO´S MANO xD Rosii

Lia disse...

talvez não voltem. talvez tivesse mesmo de acontecer desta forma. não intendo como é que relações de amor tornam-se em relações de ódio, praticamente, num curto espaço de tempo...
A vida por vezes é assim...injusta.
mas o que temos de fazer é erguer a cabeça e seguir em frente... obstáculos haverão muitos na tua vida. há é que saber superá-los. com garra, convicção, força.
beijos primo x)