domingo, 21 de agosto de 2011

Na base do amor

Não importa se faz sol ou se cai chuva em pleno mês de agosto. O importante é contemplar o mar coberto de ondas inconstantes e cruzar essa maravilha com o teu olhar que faz bater mais forte o meu coração. É uma questão de minutos, e até segundos, momentos que valem por si, e que só têm o valor que têm por serem vividos por dois corações apaixonados e unidos.
Vimos o sol se pôr e o sol nascer, e também a lua nos presenciou naquelas noites frescas de verão, e a cada dia que passava o nosso sentimento crescia mais e mais.
Foi nas areias daquela praia que tudo começou, mesmo sem darmos conta do que se estava ali a formar.


O meu coração está quente
Lá vive o teu amor
Por mais que eu tente
Não vivo sem o teu calor

Nas horas de saudade
Percorro na memória
Momentos da nossa felicidade
Que os marco em tom de glória

Já podíamos escrever um conto, mas prefiro deixar tudo em aberto com hipóteses de se vir a tornar num livro, portanto deixo em cada noite o meu pensamento com um seguimento de reticências, sempre à espera que a tua felicidade contínue a aquecer o meu coração, só assim sou feliz!



2 comentários:

Anónimo disse...

sem palavras para descrever o que sinto ao ler o teu texto, fazes-me especial a cada dia que passamos juntos

ADORO-TE

Diian@ Rodriigues disse...

O texto está lindo e bastante sentido também

Adorei :)